NOTICIAS BEATLES – JOHN LENNON

Qual significado de ‘Revolution 9,’ dos Beatles, para John Lennon?

John Lennon explicou o significado da música “Revolution 9,” a qual faz parte do disco The Beatles, também conhecido como White Album ou Álbum Branco (1968). Para ele, a canção refletia seus sentimentos pessoais. As informações são do Cheat Sheet.

No livro Lennon Remembers, o músico contou a Jann S. Wenner, co-fundador da Rolling Stone EUA, sobre a música e chamou-a de “imagem inconsciente.” Acreditava que uma revolução violenta seria inevitável, mas afirmou como não queria morrer nela.

Lennon revelou como havia muitos aspectos simbólicos sobre a música e como colocou todos os sentimentos em “Revolution 9”: “Foi um desenho de revolução. Porque arbitrariamente, eu estava fazendo … Tudo era feito com loops… Fiquei como Beethoven e subia as escadas, cortando e fazendo ao contrário e coisas assim para obter o efeito sonoro.”

Sobre a escolha no número nove, Lennon não sabia ao certo, mas disse ser seu aniversário e o número da sorte. No entanto, Yoko Ono interrompeu: “O número nove é notável porque é o ‘número mais alto’.”

Considerado um dos melhores discos do Fab Four, oWhite Album dos Beatles foi lançado em novembro de 1968, e alcançou o primeiro lugar na Billboard200, permanecendo lá por 215 semanas.

Fonte: Rolling Stone – Via e-mail

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

“Ringo 2012” – Ringo Starr

É o 17o álbum de estúdio de Ringo Starr,lançado em 30 de janeiro de 2012 no Reino Unido e 31 de janeiro de 2012 nos Estados Unidos. Foi lançado em CD, LP e digitalmente pela Hip-O Records e UME.

Ringo tinha considerado chamar o álbum Motel California, depois Another #9, e finalmente Wings, antes de se estabelecer em Ringo 2012. O álbum foi gravado em Los Angeles, e mixado na Inglaterra, produzido por Ringo e Bruce Sugar. O título é uma referência ao álbum solo de maior sucesso de Ringo, “Ringo”, que foi lançado em 1973. Com menos de 29 minutos de duração, foi seu álbum mais curto até agora.

Ringo 2012 inclui novas gravações de duas músicas que Ringo havia lançado em álbuns anteriores: “Step Lightly”, de Ringo, e “Wings”, de Ringo the 4thde 1977. Seu cover de Buddy Holly’s “Think It Over” foi lançado no álbum tributo Listen to Me: Buddy Holly antes de sua aparição no Ringo 2012. A nova versão de “Wings” foi lançada como single algumas semanas antes do álbum.

A inclusão da faixa “In Liverpool” significou que Ringo 2012 foi o terceiro álbum consecutivo de Ringo a incluir uma música sobre Liverpool, sua cidade natal. Perguntado por que isso, ele disse a Alan Light da Newsweek: “Cheguei à conclusão há um tempo atrás que não quero escrever uma autobiografia, porque tudo o que alguém quer é esses oito anos de 1962 a 1970, e eu teria dez volumes antes de chegarmos lá. Então eu pensei que eu vou fazê-lo em música, e fazer vinhetas de certos aspectos da minha vida.

A fotografia de capa e outras fotografias dentro da arte do álbum foram tiradas pelo fotógrafo de rock Rob Shanahan, que trabalhou em estreita colaboração com Ringo por sete anos.

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

Fonte: Pesquisa

BEATLES DIA A DIA

05 de junho de 1981

George lança na Inglaterra o álbum “Somewhere in England”. Nos EUA, é lançado o compacto “(Just Like) Starting Over” / “Woman” de John.

Fonte: The Beatles Diary

Por Marina Sanches – @ MarinaS33296793

BEATLES DIA A DIA

11 de maio de 1967

Os Beatles gravam “Baby You’re a Rich Man” em 12 takes no Olympic Sound Studios. Mick Jagger, que estava presente na ocasião, dá uma força no backing vocal

Fonte: The Beatles Diary

Por Marina Sanches – @ MarinaS33296793

BEATLES DIA A DIA

11 de maio de 1965

As gravações de “Dizzy Miss Lizzy” e “Bad Boy” são enviadas para a Capitol Records em Los Angeles. Os Beatles filmam mais cenas na Cliveden House em Buckinghamshire para o filme “Help!”.

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

NOTICIAS BEATLES

“John Lennon e Paul McCartney não concordavam com significados das músicas dos Beatles.”

Quando estavam nos Beatles, John Lennon e Paul McCartney escreviam algumas músicas juntos – porém, isso não significava que os dois artistas sempre concordavam sobre o significados de determinadas letras. Como o Cheat Sheet relembrou, ambos discordavam sobre hit do White Album (1968).

A música em questão é “Everybody’s Got Something to Hide Except Me and My Monkey.” John Lennon falava que era sobre amor, mas para McCartney era sobre heroína. De acordo com o livro The Beatles: A Hard Day’s Write, Lennon criou o título da canção.

“Essa foi uma frase legal que transformei em uma música. Era sobre mim e Yoko Ono. Todos pareciam paranoicos, exceto nós dois, porque estávamos no brilho do amor,” revelou Lennon. “Tudo fica claro quando você está apaixonado. Todo mundo estava meio tenso ao nosso redor. Esse tipo de loucura acontece ao nosso redor porque simplesmente queríamos estar juntos o tempo todo.”

Por outro lado, a Rolling Stone EUA relatou como Paul McCartney observou que John começou a usar “monkey” como gíria relacionada às drogas. Além disso, o baixista também revelou sobre os outros integrantes dos Beatles não gostarem do termo.

Segundo Cheat Sheet, anos após escrever “Everybody’s Got Something to Hide Except Me and My Monkey,” John Lennon revelou conexão da música com heroína.

Fonte: Rolling Stone – Via e-mail Por Marina Sanches – @MarinaS33296793