Arquivo mensal: maio 2015

BEATLES DIA A DIA

29 de maio de 1981

Paul alcança o 1º lugar na Billboard com o disco “Tug of War”. Paul é padrinho de casamento de seu irmão Michael.

Paul 494 - 1981 Paul 495 - 1981 Paul 496 - Denny Laine, Paul McCartney, Linda McCartney and George Martin - 1981 Paul 497 - Paul & Ringo, during the 'Tug of War' sessions, 1981 Paul 498 - Tug of War - 1981 Paul 499

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Anúncios

BEATLES DIA A DIA

28 de maio de 1986

“No More Lonely Night” recebe o prêmio de canção mais tocada. George volta aos estúdios Abbey Road depois de 15 anos para trabalhar na trilha sonora do filme Shanghai Surprise.

Paul 161 (2)Paul McCartney With GuitarPaul 488 Paul 492 Paul 493George 135 - Still of George Harrison in Shanghai Surprise 1986. George 136 - Still of George Harrison in Shanghai Surprise 1986. George 137 - Still of Madonna, Sean Penn and George Harrison in Shanghai Surprise 1986. George 138

George Harrison And Madonna Promote 'Shanghai Surprise'

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“GETTING BETTER” – “Está melhorando”.

Beatles 195 - February 24th, 1967 - Studio Session for Lovely RitaBeatles 199 - March 3rd 1967 Paul 225 - 1967Beatles 200 - March 3rd, 1967 – Recording - mixing session for - Sgt Pepper - Lucy in the Sky.

Mais uma canção que nasceu de um título. A frase “It’s getting better” (está melhorando) era marca registrada pelo baterista Jimmy Nichol, que substituiu Ringo na turnê de 64, quando este estava com amigdalite. Sempre que alguém perguntava a Jimmy como iam as coisas, ele respondia assim. Os três Beatles usavam a frase para brincar com ele. A canção saiu da frase e Paul faz os vocais principais. George toca um instrumento indiano chamado tampura, semelhante à cítara na forma, mas do qual se tiram apenas batidas surdas. Também na música oriental, ele é usado apenas no acompanhamento. George Martim entra no piano na última parte da faixa, mas batendo direto nas cordas e não tocando no teclado.

 

Por Marina Sanches – @sancmarina

Fonte: S.S.

“LUCY IN THE SKY WITH DIAMONDS” – “As pessoas chegam com um ar muito espertinho e dizem: ‘Saquei, é LSD’”.

John 5g7brianepstein_2403025b

Um desenho de Julian Lennon ou LSD? Era essa a polêmica criada pela canção. As iniciais de Lucy, Sky e Diamonds realmente formam LSD.

Paul 43

Mas, segundo Paul, não era essa a intenção deles: – As pessoas chegam com um ar muito espertinho e dizem: ‘Saquei, é LSD’, e isso aconteceu quando os jornais não paravam de falar em LSD, mas jamais pensamos nisso. O que aconteceu foi que o filho de John, Julian, trouxe um desenho da escola e disse que era Lucy in the Sky Diamonds (Lucy no céu com diamantes). Achamos que era um bom titulo e fizemos a letra num clima de Alice no País das Maravilhas, tudo meio irreal. De vez em quando, entra o estribilho Lucy in the Sky With Diamonds, tomando conta do céu da história. Essa Lucy é Deus, é o coelho branco de Alice. Você pode escrever uma canção com imaginação em cima de palavras e foi isso o que nós fizemos.

lucy-o-donnell-vodden-in-the-sky-with-diamonds

Lucy O’Donnel Vodden amiga de Julian

603536_374853039247208_551327092_nimages

Essa canção é um dos pontos altos do filme Submarino Amarelo. John está nos vocais principais e o órgão Hammond que se ouve logo no começo foi adaptado para produzir esse som, semelhante a uma harpa celestial. Afinal, estamos numa viagem fantástica entre flores de papel celofone verde e amarelo e uma garota de olhos caleidoscópicos; e, lá em cima no céu, aparece Lucy com diamantes.

 

 

Por Marina Sanches – @sancmarina

Fonte: S.S.

NOTICIAS BEATLES – PAUL McCARTNEY

27/05/2015 – MAY 27 2915

Paul recebe prêmio PRS especial para ‘Yesterday’.

Paul Receives Special PRS Award for ‘Yesterday’

Paul 483 - Paul recebe prêmio PRS especial para 'Yesterday' - May 27 2015

No último sábado, 23 de maio, Paul comemorou seu 50º performance solo de Londres em um show sell-out no The O2. O concerto – parte de seu #OutThere – também faz parte de uma celebração de uma das canções mais amadas e populares do mundo: ‘Yesterday’. Na prova de sua popularidade, quando Paul cantou a música toda a multidão cantou junto.

Embora data exata da escrita da canção permanece incerto, ela faz 50 anos em maio deste ano que Paul terminou de escrever o hino clássico. Antes do concerto O2 no sábado personalidades da TV britânica Ant and Dec apresentaram Paul com um prêmio especial do PRS para comemorar o aniversário da canção.

Paul 480 - Soundcheck - London - UK - Second Night - #OutThere Paul 460

Falando sobre o aniversário, disse Paul – “Frequentemente nunca estou ciente desses aniversários até que alguém aponta-o para mim, as pessoas sempre me dizem: ‘Ei, você sabia que há 30 anos desde este e 30 anos desde aquele? Por isso é impossível ficar em cima de tudo. Mas nunca preciso de uma desculpa para celebrar, por isso é sempre bom ouvir! Para mim é uma feliz coincidência que o show O2 cai neste momento. É ótimo que pessoas de todo o mundo reagiu tão bem a música, é tudo que você pode esperar! Parece que ela assumiu uma vida própria ao longo dos anos. A canção ainda é e sempre foi uma parte importante do nosso show ao vivo. É sempre muito emocionante para mim ouvir multidões cantando tão alto em meus concertos … ”

Robert Ashcroft CEO, PRS for Music também comentou que, “Yesterday” não é apenas uma canção icônica de Paul, mas uma canção icônica do século passado. PRS tem recolhido os direitos para a composição desde que foi lançado há cinquenta anos e nesse tempo ele inspirou inúmeros escritores, foi coberto por inúmeros artistas e tem ressoado com músicos, emissoras de rádio e do público de uma forma que vai além das palavras. É essa “magia” que PRS quis reconhecer neste prêmio único.”

Paul Receives Special PRS Award for ‘Yesterday’.

Last Saturday 23rd May, Paul celebrated his 50th London solo performance at a sell-out show at The O2. The concert – part of his ‘Out There’ tour – is also part of an on-going celebration of the writing of one of the world’s most loved and popular songs: ‘Yesterday’. In testament to its popularity, when Paul performed the song that evening the whole crowd sang along.

Although the song’s exact writing date remains uncertain, it is 50 years this May that Paul finished writing the classic anthem. Before the O2 concert on Saturday British TV personalities Ant and Dec presented Paul with a special award from the PRS to commemorate the song’s anniversary.

Paul 196 - Paul in Tokyo, Japan Second Night  - 2015 - #OutTherePaul 320 - Seoul, South Korea - May 2, 2015 - #OutThere

Speaking about the anniversary, Paul said; “I’m often never aware of these anniversaries until someone points it out. People always say to me, ‘Hey, did you know it was 30 years since this and 30 years since that?’, so it’s impossible to stay on top of it all. But I never need an excuse to celebrate so it’s always nice to hear! For me it’s a happy coincidence that The O2 show falls at this time. It’s great that people all over the world reacted so well to the song, it’s all you can hope for!  It feels like it has taken on a life of its own over the years. The song still is and always has been an important part of our live show.  It’s always very emotional for me to hear crowds singing it so loudly at my concerts…”

Robert Ashcroft CEO, PRS for Music also commented that, “Yesterday is not just an iconic song in Paul’s body of work but an iconic song of the last century. PRS has collected rights for the composition since it was released fifty years ago and in that time it has inspired countless writers, been covered by countless artists and has resonated with musicians, radio broadcasters and the public in a way that goes beyond words. It is this ‘magic’ that PRS wanted to recognise in this unique award.”

Fonte: http://www.paulmccartney.com/

Por Marina Sanches (tradução)- @sancmarina.

WITH A LITTLE HELP FROM MY FRIENDS – ESPECIALMENTE PARA RINGO.

PQAAAJ32FFtTOwLe3Tx0JdCd0owwvxFN8dczXQRBJ1H8OnWFpGDdJ2jAomwtG7y-Pc8iKjiMLDcvXG5JutN7fzWYPAMAm1T1UPsQ6bl-Azke1SkuSCK43O3joiDQ8955_543196622370474_113542737_nRingo_Starr_e_Paul_Mcartney_-_E3_2009Ringo+Starr+Ringo

Essa canção foi feita especialmente para Ringo cantar e é considerada seu melhor trabalho vocal. Trata-se de uma dessas composições para a qual John e Paul tinham apenas a melodia e o titulo – originalmente, “Bad Finger Boogie”. Conta a lenda que esse titulo influenciou um grupo chamado The Ivies que tiveram esse nome até 1969 e então eles trocaram o nome para Bad Finger , contaram com uma coleção expressiva de hits como Come And Get It (composta por Paul McCartney), No Matter What, Day After Day, Baby Blue, Without You, entre muitos outros mas, apesar de tudo isso, não conseguiram desfrutar do sucesso de seu trabalho, tendo uma história atribulada e até trágica. Após anos de turnês e inúmeros processos legais (que apenas serviram para enriquecer alguns advogados), os líderes criativos da banda – Pete Ham e Tom Evans – acabaram, em momentos distintos, cometendo suicídio.

Badfinger badfinger-album-art

Composta por Paul McCartney.

A letra de With a Little Help From My Friends foi saindo enquanto John e Paul batucavam ao piano e tentavam descobrir rimas. Talvez por isso não tivessem nenhuma segunda ou terceira intenção além de rimar ao escreverem “I get high with a little help from my friends” (eu fico alto com uma ajudinha dos meus amigos), como acreditaram alguns. A canção se tornou mais um clássico beatle, recebendo inúmeras versões – das quais a mais famosa é a de Joe Cocker.

Por – Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.