Arquivo mensal: junho 2015

“FLYING” – “FEITA PELOS QUATRO”.

images inéditas das filmagens de Magical Mystery Tourimages inéditas das filmagens de Magical Mystery Tour strip-tease20071019-c960776_370265693053903_1544790355_n

Foi a única vez em que os quatro fizeram uma música juntos. Também é apenas a segunda vez que gravam uma faixa instrumental.  A primeira havia sido em 1961: “Cry for a Shadow”, uma parceria de George e John. Em “Flying”, John toca o tema principal no mellotron e Paul e George o acompanhamento tocando diversos tipos de guitarra. Um corinho sem palavras entra no fim e é feito pelos quatro. A faixa termina com efeitos sonoros, ruídos irreconhecíveis e fitas passadas de trás pra frente. Tudo isso foi feito por John e Ringo, numa prévia do trabalho que John desenvolveria em seu álbum Two Virgins. Sobre essa faixa, já se disse até que é um fundo musical perfeito para um striptease.

 

 

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

BEATLES DIA A DIA.

26 de junho de 1997

No Riverside Studios em Hammersmith, Paul filma performances ao violão, bateria e baixo que serão usadas para acompanhar a si mesmo em sua aparição no programa “TFI Friday”.

Paul 684 - PAUL McCARTNEY IN TFI Friday Paul 686 - PAUL McCARTNEY IN TFI FridayPaul 38Paul 70 - 1997

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina

“THE FOOL ON THE HILL” – “Bobo na Montanha”.

John Lennon: Harmônica e maracas.
Paul McCartney: Piano, flautas, vocais solo.
George Harrison: Guitarra solo e hamônica
Ringo Starr: Cimbalo
Cimbalo
205eaoo60776_370265693053903_1544790355_nPaul e John 12Gravação de “The Fool on the Hill” takes 1-4

Paul faz sozinho os vocais e se acompanha nos pianos e nas flautas. John e George tocam harmônica, Ringo entra com o cimbalo e George também toca no fundo a guitarra solo. É mais uma balada bem ao estilo de Paul McCartney, semelhante a canções “yesterday” ou “Michelle”. Tornou-se mais um de seus clássicos, tendo sido gravado por vários músicos em diferentes versões. A beleza dessa faixa se deve, em parte, ao fato deles conseguirem um acompanhamento tão bonito com tão poucos e tão simples instrumentos. No filme, ela toca durante os devaneios de Paul, quando ele se vê numa montanha, tornando-se o próprio fool on the hill (ou bobo na montanha).

The Fool On The Hill

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte:S.S.