WITHIN YOU WITHOUT YOU – Uma pequena pregação da filosofia oriental

A cota habitual de George:

The+Beatles+6oabtcw41_3133-sgt peppers4
Uma faixa por disco. Mais tarde, ele iria queixar-se de sua pouca participação nos trabalhos do grupo. A música traz uma série de instrumentos indianos misturados com violinos e violoncelos. Trata-se de uma continuação da experiência apresentada em “Love You To”, no álbum Revolver.

5923_645756342120499_1355666663_nimage006

George 33 - George Harrison with Ravi ShankarGeorge 04 - The Beatles recorded Within You Without You 1967
– Klaus (Voorman) tinha em casa um harmônico, que eu nunca havia tocado antes – conta George. – Comecei a brincar com o instrumento e “Within You” foi saindo. Primeiro veio à melodia, depois o primeiro verso. A letra fala do que estávamos conversando naquela noite.
Trata-se de uma pequena pregação da filosofia oriental que George estava começando a estudar, segundo a qual só é importante o que o ser humano tem em seu interior e não os fatos terrestres (nem a bomba atômica importa, segundo eles).
A faixa é bem longa e costuma despertar reações estremas: ou se adora ou se detesta “Within You Without You”. Tudo acaba num riso/choro e emenda na alegre canção seguinte.

 

Por Marina Sanches @sancmarina

Fonte: S.S.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.