Arquivo mensal: setembro 2015

NOTICIAS BEATLES.

Sucessos dos Beatles em versão vídeo em novembro.

Beatles 11 Beatles 21 Beatles 22 - The Beatles 1963 Beatles 36 - August 15, 1965 - The Beatles played the largest concert in history at that time in Shea Stadium, New York City. Beatles 41 - The Beatles playing various instruments in 1963. Beatles 42 -  The Beatles filming each other in 1963. Beatles 43 - San Francisco Airport, August 18, 1964. Beatles 44 - San Francisco, August 18, 1964. Beatles 45 - San Francisco, August 18, 1964. Beatles 47 - San Francisco, August 18, 1964. Beatles 48 Beatles 49 - San Francisco, August 18, 1964. Beatles 50 Beatles 51

'Beatles' at press conference in San Francisco airport.

10th January 1964:  Paul McCartney, Ringo Starr, John Lennon (1940 - 1980) and George Harrison (1943 - 2001) of British pop group The Beatles.  (Photo by Terry Disney/Express/Getty Images)

Beatles 54 Beatles 55 - Police security in action during the Beatles perfomance at the Cow Palace in San Francisco, 1964. Beatles 57 Beatles 58 - JFK Airport

Os Beatles voltam em vídeo no dia 6 de novembro, com a reedição da compilação que reúne suas 27 canções que foram número um na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, acompanhadas de seus respectivos clipes.

Os Beatles, que revolucionaram a música em menos de dez anos de atividade (1962-1970), aparecem entre os primeiros músicos “que integraram o vídeo como vetor de promoção ante a impossibilidade de estar ao mesmo tempo em diferentes partes do mundo para promover suas canções”, indicou nesta sexta-feira um comunicado das empresas Universal e Apple.

Seus sucessos eram acompanhados por mini-filmes, que foram restaurados e reunidos pela primeira vez em uma nova versão da compilação “1”, editada em 2000 com as 27 canções citadas.

Além destas 27, uma versão “Deluxe” reunirá “23 clipes suplementares, entre eles versões raras ou alternativas dos 27 títulos originais, o que oferece mais de 200 minutos através de 50 filmes, acrescenta o comunicado.

Fonte: Noticias Yahoo – Via e-mail.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Anúncios

“The Ballad of John and Yoko”.

Composta por John Lennon, lançada em compacto simples (EP) em 30 de maio de 1969 como lado A, tendo “Old Brown Shoe” de George Harrison como lado B. A gravação foi realizada em 14 de abril de 1969.

John 104 - 1968John 105 - 1968 The Beatles begin recording Everybody's Got Something To Hide Except Me And My Monkey John 106 - 1968John 125John e Paul 23 - The Beatles recorded 'Birthday' for the White Album, on this day 1968.

Em 8 de dezembro de 1968 sai o divórcio de John Lennon com Cynthia Powell, mãe de seu filho Julian Lennon. Em fevereiro de 1969 sai o divórcio de Yoko Ono com Anthony Cox, pai de sua filha Kyoko. Com isso, o caminho estava aberto para que os dois, John e Yoko, pudessem oficializar a sua união. Na Inglaterra não poderia ser, por um impedimento legal: Yoko não tinha visto de permanência no país. Tencionavam se casar no mar, a bordo de um navio, saindo de Southampton, Inglaterra, que cruzaria o Atlântico. Como não planejaram a viagem com antecedência, não puderam embarcar por falta de vagas. Tentaram ainda cruzar o Canal da Mancha em direção à Holanda, mas estavam sem os passaportes naquele instante. Então, abandonaram a idéia de núpcias no mar e foram para Paris.

12004740_10206069393165684_3229303593568856610_nJohn 155John 285

De lá, acionaram um administrador da Apple Records, Peter Brown, que os aconselhou a se casarem em Gibraltar e providenciou toda a papelada e os preparativos do casamento. Assim, ele foi realizado, no dia 20 de março de 1969. Para a lua-de-mel o casal seguiu para Paris; e após alguns dias, de carro para o hotel Amsterdam Hilton, na Holanda. Lá, eles que já haviam convocado a imprensa, anunciam o que foi chamado de “Bed-in”: um semana de protestos, sem sair da cama, por causa das guerras no mundo. Durante esses sete dias na cama, convidaram várias figuras de conhecimento público para visitá-los, sempre com a presença da imprensa mundial. Em seguida, vão para Viena, Áustria e de lá voltam para Londres, onde tinham encomendado 50 mudas de carvalho que enviariam aos pares para alguns líderes mundiais como símbolo da semente da paz.

John 367John 179 - 1968John 65 John 404 - The Beatles recorded Cry Baby Cry 1968

Baseada neste episódio, a canção tinha o seguinte refrão: “Christ you know it ain’t easy, you know how hard it can be. The way things are going, they’re going to crucify me”. (“Cristo, Você sabe como não é fácil, Você sabe quão difícil pode ser. Do jeito que as coisa vão, eles vão me crucificar”), John Lennon compôs a letra. A música atingiu o primeiro lugar nas paradas de sucesso na Inglaterra, nos EUA e em vários países ao redor do mundo. Por causa do refrão com menção à Cristo e à crucificação, a música foi boicotado pela maioria das rádios americanas e inglesas, e proibida na Austrália.

Imagem3Paul 225 - RevolverJohn 48

Nesta gravação só John e Paul participam. Os outros dois Beatles estavam ausentes, Ringo filmando com Peter Sellers e George fora do país. John Lennon tinha pressa e por isso convenceu Paul a ir gravar junto com ele. A gravação foi realizada em uma só sessão (que durou 8 horas e meia) no dia 14 de abril de 1969. Esta foi a primeira música dos Beatles que não teve mixagem para mono; só foi produzida em estéreo

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

“Mother Nature’s Son” – “Falando da mãe natureza”.

 

Paul 779Beatles álbum branco 16Paul 400Paul 255 - abbey roadBpczmCZIgAIITxQPaul 200 - Paul McCartney added his vocal track to The Beatles A Day in the Life 1967

Nesta balada, Paul mostra sua visão da vida no campo, falando da mãe natureza num arranjo simples, com instrumentos acústicos. Sua voz é acompanhada pelo violão em dois canais e pelos bongos. Ao fundo, ele mesmo faz a batida de tímpano e a interferência das trompas é suave, não comprometendo a delicadeza do arranjo.

157d0-paul-mccartney1968The+Beatles+m6_04

“Filho da Mãe Natureza,” em sua tradução, foi escrita parcialmente na Índia, durante a meditação transcendental, inspirado por um manuscrito dado a Paul por Maharishi Mahesh Yogi, e pela ampla fauna e flora indiana, e parcialmente em Liverpool durante uma visita a casa de Jim McCartney, seu pai. O mesmo manuscrito inspirou John a escrever “Child of Nature” que mais tarde se tornaria “Jealous Guy.”

Na letra ele conta sobre um rapaz pobre, filho da Mãe Natureza e que passa o dia a cantar canções para todo mundo. A música ainda cita montanhas, córregos e campos gramados.

Segundo Paul McCartney na sua autobiografia “Many Years From Now,” de Barry Miles:

BeatlesLivrosMiles0141_312-paul

“Eu me lembro de ter escrito Mother Nature’s Son, na casa de meu pai em Liverpool. Eu geralmente o visitava e nessas visitas sentia um bom terreno para compor canções. Então essa é minha homenagem para a Mãe Natureza. Eu sempre adorei ‘Nature Boy’ de Nat King Cole, e eu sempre gostei de natureza e quando Linda e eu começamos a sair, descobrimos esse profundo amor em comum. Deve ter tido ajuda de John em alguns versos.”

 

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

BEATLES DIA A DIA.

18 de setembro de 1968

Os Beatles se reunem na casa de Paul para assistirem a primeira exibição na TV britânica do filme “The Girl Can’t Help it” (1956). Animados, vão para o estúdio e gravam 20 takes de “Birthday”.

John e Ringo 1968John Lennon e Paul McCartney Abbey Road studios Londres-1968John, Paul e George 1968george-harrison-19681968-paul-john-310

 

 

 

 

 

 

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina

 

 

BEATLES DIA A DIA.

18 de setembro de 1964

Concerto no Memorial Coliseume em Dallas. Uma ligação anônima para a polícia afirma que há uma bomba no avião dos Beatles. Alarme falso.

Attend the Beatles' Memorial Auditorium show in 1964 Backstage Beatles Beatles concert Dallas 1964 Beatles Concert Memorial 18 de setembro de 1964 Beatles Dallas 1964 Beatles em Dallas 1964 e Epstein Beatles Intreview Dallas 1964 George Cowboy 2 John EPSON scanner image

 

 

 

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina

“Don’t Let Me Down”.

Gravada em 1969 durante as sessões de gravação do album Let It Be, composta por John e Paul (com Billy Preston no teclado e no orgão). Foi uma das músicas executadas no show realizado no telhado da gravadora Apple.

John 446John 191 John 313 - The Beatles Let It Be sessions, 1969 Beatles 199 - TheBeatles released - Don't Let Me Down - in the U.S. 1969John 166 - John getting ready for the Beatles' final performance, Jan. 1969.John 315John 179 - 1968

John Lennon afirmou mais tarde em uma entrevista para a playboy que compôs a música para yoko:

Playboy: “Don’t Let Me Down”? (“Não me decepcione?”)

Lennon: That’s me, singing about Yoko. (“Sou eu, cantando sobre a Yoko.”)

Playboy: “Two of Us”? (“Dois de Nós?”)

Lennon: Minha. A propósito, Rod Stewart transformou “Don’t Let Me Down” em [canta] ‘Maggie don’t go-o-o.’ Esta é uma que os produtores nunca perceberam…

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

“Yer Blues” – “Sim, estou só/queria morrer”

z688 The white album

Já na primeira frase John grita seu desespero: “Sim, estou só/queria morrer”.

john-lennon-white-albumalbumbranco05John 48Beatles álbum branco 10Paul 211 - 1968George 86John 313 - The Beatles Let It Be sessions, 1969

Na verdade, esse blues escandaloso faz referência aos blues elétricos que fizeram muito sucesso na Inglaterra no final dos anos 60. Seu estilo de gritar/cantar este lamento eletrizado não fica devendo nada a nenhum autêntico cantor negro de blues norte-americano. O clima se completa com os ataques violentos da guitarra de George e a batida insistente de Ringo.

175-300x240George 85John 298George 24

 

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.