Arquivo mensal: janeiro 2018

BEATLES DIA A DIA

27 de janeiro de 1970

É providenciado um novo mix estéreo de “The Inner Light” pra um eventual lançamento futuro. É a última sessão de Geoff Emerick como engenheiro de som dos Beatles.

George 102George 2George 26Beatles álbum branco 7Paul e George 14 - George and Paul with a sitar

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

BEATLES DIA A DIA

27 de janeiro de 1969

Gravação em estúdio da versão final de “Get Back”. Outras músicas tocadas neste dia são “Oh! Darling”, ”, “I´ve Got a Feeling” e “The Walk”.

Paul 33 Paul 155 Paul 51 Paul 109 Paul 173Paul 177

 

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

BEATLES DIA A DIA

27 de janeiro de 1964

O selo americano Vee Jay lança o LP “Introducing The Beatles” com o subtítulo “Englands Nº 1 Vocal Group” e curiosamente o compacto “My Bonnie” / “The Saints (When The Saints Go Marching In)” creditado a ‘The Beatles with Tony Sheridan’.

Beatles 277Beatles 75Beatles 241 - The Beatles performing for the BBC at the Playhouse Theatre in Manchester, U.K. on JanuaryBeatles 4805 Março 1963 - E.M.I. Studios - Manchester Square - Abbey Road NW8 - Londres - Beatles gravando From me to you. 2

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“The Answer’s at the End” – George Harrison

Música de George, lançado em 1975 em seu álbum final para a Apple Records , Extra Texture (Read All About It) . Parte das letras da música veio de uma inscrição na parede na casa do século dezenove de George, Friar Park , um legado do proprietário original da propriedade, Sir Frank Crisp . Este aforismo , que começou “Não digitou um amigo com um copo microscópico”, resistiu com George desde que comprou Friar Park em 1970, e foi uma citação que ele costumava usar ao discutir sua difícil relação com seu ex- colega de banda dos Beatles , Paul McCartney .

A adaptação de George do verso para “The Answer’s at the End” coincidiu com um período de transtorno pessoal, seguindo a crítica severa que proporcionou sua turnê norte-americana de 1974 por vários críticos influentes. Em seu pedido de tolerância e um arranjo musical que inclui cordas orquestrais, a música lembra a balada de sucesso de George em 1970, ” Is not It a Pity “. O arranjo também tem a influência da versão de capa de Nina Simone em 1972 de “Is not It a Pity”, especificamente em um par de codas realizadas por George no estilo da alma .

 gravou “The Answer’s at the End” em Los Angeles, onde ele estava supervisionando os projetos relacionados ao seu  Dark Horse durante grande parte de 1975. Os músicos de apoio na gravação incluem membros da banda Dark Horse Records Atitudes , entre eles David Foster e Jim Keltner . Tal como acontece com muita textura extra , a música recebeu uma resposta variada de críticos de música e biógrafos de George. No lançamento, Rolling Stone descartou a faixa como “subterfúgio acolchoado” e, ao longo de mais, enquanto a Melody Maker descreveu isso como “majestoso” e uma das faixas mais potentes de George.

Por Marina Sanches – @sancmarina

BEATLES DIA A DIA.

20 de janeiro de 1969

O disco/filme “Let it Be” (que até então se chamava “Get Back”) passa a ser gravado em Saville Row na Apple onde um novo estúdio foi montado. George retorna aos Beatles após 10 dias de ausência.

Beatles Let It Be 1Ringo 1Beatles Let It Be 3Beatles Let It Be 10Beatles Let It Be 9Beatles let it be 4Beatles let it be 3Beatles let it be 2Beatles let it be 1Paul let it bePaul let it be 2

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

BEATLES DIA A DIA

20 de janeiro de 1967

São gravados os vocais de Paul em “A Day in the Life”. George Martin trabalha na mixagem da faixa com os engenheiros Geoff Emerick e Phil McDonald.

March 3rd, 1967 – Recording - mixing session for - Sgt Pepper - Lucy in the Sky.

March 3rd, 1967 – Recording – mixing session for – Sgt Pepper – Lucy in the Sky.

Paul 225 - 1967Beatles 199 - March 3rd 1967Beatles 200 - March 3rd, 1967 – Recording - mixing session for - Sgt Pepper - Lucy in the Sky.Beatles 195 - February 24th, 1967 - Studio Session for Lovely RitaBeatles 110 - photo dated 25-06-1967

 

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“Magneto And Titanium Man” – Paul McCartney

É a canção lado B do single dos Wings, “Venus and Mars/Rock Show” em 1975. É a única música que Paul McCartney usa personagens de quadrinhos como sujeitos na canção. Os dois primeiros personagens mencionados são Magneto e o Homem de Titânio, daí o título.

“Magneto and Titanium Man” surgiu após Paul comprar diversos gibis em um mercado jamaicano, o que o inspirou a escrever algo sobre as aventuras vividas pelos X-Men.  As personagens citadas são o Dínamo Vermelho e uma desconhecida do sexo feminino.

A canção foi incluída no setlist da banda nas excursões de 1975 e 1976. Nos shows, imagens dos desenhos em quadrinhos dos personagens eram projetadas sobre a o imenso telão atrás da banda. Era também tida como ponto alto do show, ao lado de outras canções do álbum recém-lançado Venus and Mars. Após a apresentação em Los Angeles no final de 1975, Paul conheceu Jack Kirby, o artista que criou Magneto e todos os outros citados na música ao lado de Stan Lee. Kirby presenteou Paul com um desenho original de Magneto capturando a “Banda em fuga”.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.