Arquivo mensal: agosto 2018

BEATLES DIA A DIA

25 de agosto de 1986

O disco “Press To Play” de Paul é lançado nos EUA.

Paul 455 - Paul McCartney - Press - Music Video - 1986Paul 37 - Press 1986 Paul 38 - Press 1986 Paul 39 - Press 1986 Paul 40 - 1986

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Anúncios

BEATLES DIA A DIA

25 de Agosto de 1980

17º dia de “Double Fantasy”. Dia dedicado a “Watching the Wheels”.

John 284 John 45 - John Lennon and Yoko Ono 1980 John 151

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

NOTICIAS BEATLES – PAUL McCARTNEY.

Paul relembra vício logo após o fim dos Beatles: “não foi fácil”, vai abordar seu antigo vício em seu novo disco, Egypt Station.

Paul canta sobre o problema em “Happy With You”, e falou um pouco sobre a letra da canção em uma entrevista para a MOJO.

Ao falar sobre o trecho “I used to drink too much/Forget to come home (Eu costumava beber demais/Esquecer de ir para casa”), Paul explicou se tratar de algo bem verdadeiro, e ainda completou dizendo: “eu realmente costumava ficar chapado e bêbado.”

Paul  ainda explicou o motivo, revelando ser muito devido ao fim dos Beatles em 1970.

Eu estava chateado e no meio desta situação de merda em que alguém ia pegar cada centavo que havíamos feito. Isso não foi fácil e levou a um momento muito difícil na minha vida. Eu definitivamente me automediquei e bebi mais do que já havia bebido, e provavelmente, mais do que eu já bebi desde então. Mas você supera isso.

Quando questionado se estava infeliz enquanto se intoxicava, Paul respondeu que sim, e ainda revelou que tem vários amigos que também conseguiram ficar sóbrios, como por exemplo Ringo Starr e Joe Walsh (The Eagles).

Quando estávamos crescendo, todos iam ao pub para beber, mas na maior parte tudo parecia muito alegre. Mas quando eu falo com Ringo sobre isso, ele diz: ‘Não, se você me desse vodka, eu teria que terminar a garrafa.’

Já ao falar sobre os dias atuais, Paul revelou “não ter tempo” para esse tipo de coisa, já que tem oito netos e não pode ficar “numa cadeira de balanço com um grande baseado e uma garrafa de tequila.” Paul também revelou que hoje só bebe uma grande taça de vinho.

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos – Via e-mail.

Por Marina Sanches – @sancmarina

NOTICIAS BEATLES – PAUL McCARTNEY

Paul McCartney fala sobre sua prisão no Japão por posse de maconha.

O Paul resolveu contar a “divertida” história de sua prisão no Japão por posse de maconha, lá nos anos 80.

 

Paul compartilhou a experiência no Carpool Karaoke, que teve sua versão estendida de uma hora exibida na última segunda-feira (20) na TV americana. O vídeo ainda não está disponível online.

Segundo a NME, McCartney revelou:

Eu ainda estou confuso sobre como isso aconteceu, mas aconteceu. Eu tinha maconha na mala e acabei na cadeia por nove dias. Assustador!

Paul ainda contou que sua fama com os Beatles o ajudou a sair do cárcere e revelou sua sentença final:

O cara disse: “Oh! [Som incoerente]’. Eu disse: “Bem, o que ele falou?’ E ele diz: ‘Sete anos de trabalho pesado’. E, na verdade, essa foi a sentença pelo que eu fiz.

Paul ainda falou sobre seu último dia na prisão, quando teve que tomar banho com outros detentos. “Vamos lá! Já que estou aqui. Eu vou com os meninos’. Então todos nós fomos e foi divertido estar na banheira com todos esses caras japoneses,” ele completou.

Fonte: Tenho Mais Discos Que Amigos – Via e-mail.

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“Six O’Clock” – Ringo Starr.

Canção de Ringo lançada no álbum de 1973, Ringo. Foi escrito para Ringo, por Paul McCartney e Linda, que também participou da gravação da música. A presença de Paul na faixa marcou a primeira vez que ele e Ringo trabalharam juntos desde a separação dos Beatles em 1970. A colaboração deles refletia uma diminuição das tensões que existiam entre os dois músicos durante grande parte desse período.

Produzido por Richard Perry, “Six O’Clock” foi gravado principalmente no Apple Studios em Londres em abril de 1973. Após as recentes colaborações de Ringo com George Harrison e John Lennon em Los Angeles, a sessão com Paul aumentou a especulação na imprensa de que os Beatles estavam prestes a se reunir. Uma versão estendida da música apareceu como uma faixa bônus no lançamento de 1992 do álbum Goodnight Vienna de Ringo.

Paul escreveu “Six O’Clock” em resposta a um pedido de Ringo, para seu  álbum solo pop, intitulado Ringo. Tendo concordado em participar da cerimônia do Grammy Awards em Nashville em 3 de março de 1973, Ringo começou a compilar material possível para o álbum com Richard Perry, seu produtor, com um plano para gravar em Los Angeles. Angeles durante a mesma visita aos Estados Unidos. Embora o relacionamento de Ringo com Paul tenha sido prejudicado pelos efeitos da separação dos Beatles em 1970, e pelo processo posterior de Paul contra os seus três ex-companheiros de banda, Ringo disse no final de 1972 que as relações entre os ex-Beatles eram “muito melhor agora … estamos juntos como as pessoas [se não como um banda], e isso é mais importante, na verdade.”  Assim que George e John concordaram em contribuir com músicas para Ringo, Ringo conseguiu persuadir Paul dizendo: “Você não quer ficar de fora, não é?”

A canção foi creditada a Paul e sua esposa Linda. A composição é uma balada de piano pop  em um estilo que o autor Bruce Spizer vê como típico da música contemporânea do novo grupo de Paul e Linda, Wings, cujo álbum Red Rose Speedway eles acabaram de completar. Em uma entrevista de 2001, Ringo, no entanto, citou “Six O’Clock” como um exemplo de como seus ex-companheiros de banda sempre lhe forneceram material adequado à sua personalidade. As letras da música são direcionadas a um amigo ou amante que o cantor confessa não demonstrar atenção suficiente. O repetido refrão “Eu não o trato como deveria” serve como uma coda extensa, antecipando uma reprise similar na colaboração de Paul e Ringo em 1997, “Beautiful Night”.

Ringo gravou oito das dez faixas de ritmo para o álbum Ringo em Los Angeles durante março de 1973, com músicos convidados incluindo George, John, Harry Nilsson, a banda, Marc Bolan, Billy Preston e Nicky Hopkins. Entre as gravações estava “I’m the Greatest”, que incluía John e George; uma sessão altamente divulgada na época, marcou a primeira ocasião em que três ex-Beatles trabalharam juntos desde o término da banda. Reconhecendo a importância disso, Ringo decidiu gravar “Six O’Clock” em Londres para garantir a participação de Paul no álbum. A sessão foi organizada para coincidir com o retorno de Ringo ao Reino Unido para a estréia mundial de “That’ll be the day”,  um filme em que ele teve um papel de protagonista.  Além disso, Perry deveria se aconselhar sobre a trilha sonora do especial de televisão Wings James Paul McCartney, que Paul concordou em apaziguar as preocupações da editora musical Lew Grade sobre a legitimidade de Linda. créditos de composição.

Ringo assistiu à estréia de “That’ll be the day” em 12 de abril, com Paul e Linda, e, em seguida, gravou a faixa de ritmo da música em 16 de abril nos Beatles ‘ Apple Studios.  Além de Ringo, na bateria e nos vocais, Paul tocou piano e sintetizador, e cantou backing vocals com Linda. Os outros músicos da faixa eram o baixista Klaus Voormann – cuja presença em “I’m the Greatest” reinou os rumores de que ele seria o substituto de Paul em uma reunião parcial dos Beatles – e Vince Poncia, que tocou violão e percussão. Quinze takes da música foram gravados, com gravação terminando às 6 da manhã. No final da sessão, Perry reproduziu algumas das gravações de Los Angeles.  Outros trabalhos foram realizados em “Six O’Clock” na EMI  Abbey Road Studios, como parte do que Perry mais tarde descreveu como “duas ou três noites maravilhosas” de gravação em Londres. Flautas e cordas foram adicionadas à música, com Paul providenciando o arranjo.

Notícias de que Ringo e Paul gravaram juntos aumentaram a especulação da mídia de que os Beatles poderiam se re-formar. Enquanto filmava James Paul McCartney no Elstree Studios, Paul havia dito que ele não via “nenhuma razão real para que não pudéssemos nos reunir novamente”, uma vez que John, George e Ringo haviam removido Allen Klein de sua posição como gerente de Apple Corps, o que eles fizeram em 31 de março.  Ao afastar os rumores da reunião durante a turnê Wings – UK, em maio de 1973, Paul disse que escrever a música e gravar com Ringo tinha sido apenas um ato de amizade, acrescentando: “Eu faria isso para qualquer amigo”.  

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

BEATLES DIA A DIA

22 de agosto de 1968

Primeira sessão após a saída temporária de Ringo. Gravação de “Back in the USSR” (takes 1-5). Paul assume a bateria. Cynthia acusa John de adultério.

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches – @sancmarina