Arquivo mensal: janeiro 2019

BEATLES DIA A DIA

19 de janeiro de 1964

 

Os Beatles tocam no teatro Olympia em Paris. O show é gravado por uma rádio local.

 

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches @sancmarina

Anúncios

BEATLES DIA A DIA

19 de janeiro de 1967

“A Day in the Life” começa a ser gravada. A sessão ocorreu das 19h30 às 2h30 da madrugada. A canção de John até então tinha o título provisório “In the Life of…”. Além da base e do vocal de John, já surge o despertador acionado por Mal Evans.

Fonte: The Beatles Diary.

Por Marina Sanches @sancmarina.

“Across The Universe”.

Lançada no álbum Let It Be. A canção traz John nos vocais principal, que também é o compositor (embora todas as canções escritas por John Lennon e Paul McCartney na época dos Beatles, sozinhos ou em colaboração, fossem creditadas a Lennon/McCartney).

Em fevereiro de 1968, os Beatles começaram as gravações da cançao nos estúdios da Abbey Road. Paul tinha escrito “Lady Madonna” e John, “Across the Universe”. Ambas canções foram gravadas junto com a canção de John “Hey Bulldog” e com a de George Harrison “The Inner Light” entre 3 e 11 de fevereiro.

A primeira versão contou com um coro feminino de duas fãs que estavam na frente do estúdio em Abbey Road naquele dia. Uma delas era Lizzie Bravo.

A canção básica foi gravada em 4 de fevereiro, John não ficou satisfeito com a canção e por isso tentou várias inovações. No final, segundo Lennon, Paul McCartney convenceu John a chamar duas fãs, Lizzie Bravo e Gayleen Pease, que estavam na porta do estúdio para participar da vocalização da canção.

A canção foi mixada em mono e colocada de lado enquanto o grupo lançou como single as canções “Lady Madonna” e “The Inner Light”. Depois do retorno espiritual na Índia, o grupo resolveu gravar algumas canções compostas lá e “Across the Universe” permaneceu engavetada.

Em fevereiro de 1968, Spike Milligan ouviu a canção e sugeriu que ela fosse lançada como parte do álbum que ele estava organizando pela World Wide Fund for Nature. Os Beatles concordaram com a proposta e a canção foi mixada em estéreo pela primeira vez por George Martin. O mix original (mono e estéreo) tinha 3:37. Para o álbum da ‘wild life’ foi acrescentado efeitos sonoros de pássaros no início e no final da canção. Depois de acrescentado o efeito, a canção foi acelerada de forma que mesmo com os efeitos sonoros de pássaros a canção só tinha 3:49. O primeiro lançamento da canção foi no álbum No One’s Gonna Change Our World, em dezembro de 1969.

Embora nunca satisfeito com a gravação, John Lennon tocou-a durante a gravação a sessões do álbum Let It Be em janeiro de 1969; a canção aparece no filme homônimo também. Para assegurar que tanto o filme como o álbum tivessem a mesmas canções, ela foi lançada junto ao álbum em maio de 1970.

Glyn Johns remixou a canção em fevereiro dando um tratamento acústico e corrigindo a velocidade da canção. Entretanto, a versão conhecida pelo público é do produtor Phil Spector. Assim como a maioria das canções produzidas por Spector para o álbum Let It Be, foi adicionado orquestração e vocalização. A canção “Across The Universe” com sua produção ficou mais lenta com 3:47 minutos.

Um take anteriormente não lançado da canção, sem a produção pesada, foi lançada no álbum Anthology 2 em 1996. O master de fevereiro de 1968 foi lançado no álbum Let it Be… Naked de 2003.

 

 

 

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.

“Weight Of The World” – Ringo Starr

Canção interpretada por Ringo, lançada em seu álbum de 1992, Time Takes Time . Escrito por Brian O’Doherty e Fred Velez, a música foi lançada como single principal com o tema “After All These Years”, e ” Don’t Be Cruel ” (o último foi apenas no CD single). O single alcançou 74 nas paradas do Reino Unido. Foi lançado em 28 de abril de 1992 nos EUA, e em 18 de maio no Reino Unido.

Por Marina Sanches – @sancmarina.
Fonte: S.S.