Arquivo mensal: maio 2019

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 9”.

27 – John já havia deixado os Beatles em setembro de 1969, mas foi Paul quem fez o anúncio oficial do fim da banda, em 10 de abril de 1970. A notícia veio em formato de entrevista encartada em cópias do álbum “McCartney”, seu primeiro disco solo, que seria lançado uma semana depois.

28 – Em abril de 1970, Paul lançou seu primeiro álbum solo, “McCartney”, que vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo. O disco, em que Paul gravou todos os instrumentos, traz o grande sucesso “Maybe I’m amazed”.

 

29 – Quando Paul lançou seu segundo álbum solo, “Ram”, seus ex-colegas dos Beatles acharam que várias músicas faziam referências depreciativas a eles. Paul garante que apenas dois trechos falam de John: “Em uma canção eu escrevi ‘too many people preaching practices’. Acho que esse é o verso. Ali havia alguma implicância com John e Yoko. Não havia nada mais no (Ram) sobre eles. Ah, tem ‘you took your lucky break and broke it in two'”. No álbum “Imagine”, de 1971, John devolveria a pancada com a música “How do you sleep?”.

 

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

 

 

“Love Me Do”.

George 2George 1John 7John 6Paul 43Paul 42

A canção é principalmente de Paul  que a escreveu entre 1958–59 em sua escola. John Lennon escreveu a meia oitava. A canção foi a primeira a ser lançada pelos Beatles em forma de single, cujo lado B trazia a canção “P.S. I Love You”, no dia 5 de outubro de 1962. O single atingiu a posição 17 nas paradas de sucesso do Reino Unido e quando foi reeditada atingiu o quarto lugar. Nos Estados Unidos, o single atingiu o primeiro lugar em 1964. Em 2012, a canção tornou-se em domínio público na Europa, existem atualmente propostas de lei para estender os direitos autorais da música por mais 20 anos.

“Love me do” foi gravada em três diferentes vezes e com três bateristas diferentes:

A primeira gravação foi feita em 6 de junho de 1962 com Pete Best, como parte da audição feita na Abbey Road Studios e foi lançada no álbum Anthology 1.

Beatles (2)Beatles-at-the-Cavern-Club-the-beatles-12611208-760-750

A segunda em 4 de setembro do mesmo ano com Ringo Starr na bateria. O produtor George Martin não aprovou a bateria de Pete Best. Esta versão foi lançada no álbum The Beatles Past Masters, Volume One e One.

450x300_beatles-cavernclubBX5lGAfCEAADC-F

A terceira em 11 de setembro com Andy White na bateria e Ringo tocando tamborim e foi lançada no álbum Please Please Me.

A primeira edição do single, entretanto, trazia a versão de Ringo Starr. para a reedição do single em feita em 1976 e a edição comemorativa de 20 anos de lançamento em 1982 foi usada a versão de Andy White. A versão de Pete Best ficou inédita até 1995, quando foi incluída no álbum Anthology 1.

“Love Me Do”, com Ringo na bateria, também foi regravada oito vezes durante os programas de rádio da BBC (Here We Go, Talent Spot, Saturday Club, Side By Side, Pop Go The Beatles e Easy Beat) entre outubro de 1962 e outubro de 1963. A versão que foi gravada no dia 10 de julho de 1963 e foi ao ar dia [[23 de julho no programa Pop Go The Beatles pode ser ouvida no álbum Live at the BBC. Os Beatles ainda a tocaram ao vivo no programa de rádio no dia 20 de fevereiro de 1963, chamado Parade of the Pops, também da BBC.

Em 1969, durante a gravação do álbum Let It Be, os Beatles tocaram uma versão mais lenta da canção. Esta versão está presente em álbuns bootlegs.

Com Pete Best

Com Ringo

Por Marina Sanches – @sancmarina.

Fonte: S.S.