Arquivo mensal: abril 2021

“HELTER SKELTER”.

É considerada por muitos como a primeira música de Hard rock/Heavy metal da história, Paul estava na Escócia, lendo uma edição de 1967 da Melody Maker, revista especializada em música, quando leu uma entrevista do guitarrista Pete Townshend, dizendo que o último single “I Can See For Miles,” era a canção mais alta, suja e barulhenta que o The Who já tinha feito. Porém quando Paul foi ouvi-la, ele percebeu que não era tão barulhento assim. Ele julgou sendo um “barulho organizado,” e tratou de compor essa canção tentando fazer a sua própria ópera barulhenta e suja.

Helter skelter é o nome de um brinquedo britânico muito popular, que consiste em um tobogã em formato de espiral. Paul fala sobre no livro “Many Years From Now” de Barry Miles: “Eu usei o símbolo do brinquedo helter skelter como uma ida do topo para o fundo – a ascensão e queda do Império Romano – e esta era a queda, a decadência, a ida para o fundo. Você pode pensar que é um título bonitinho, mas é tido como referência, desde quando Manson tomou como um hino, quanto às versões que as bandas punks faziam por ser um rock sujo.”

Além disso, o termo helter skelter pode significar também confusão, algazarra, desorganização.

A letra sem muito sentido fala sobre o brinquedo: “Quando eu chego ao chão, eu volto para o topo do escorregador, onde eu paro, me viro e saio para outra volta até que eu volte ao chão e te veja novamente.”

Em alguns trechos ele parece estar falando sobre uma garota de programa: “Você não quer que eu te ame? Estou descendo rápido, mas estou a milhas de você/ Vamos me diga a resposta/Você pode ser uma amante, mas você não é uma dançarina.”

A MENTE DOENTE DE MANSON.

Nos Estados Unidos, o termo “helter skelter” é muito conhecido. Charles Manson dizia que a música “Helter Skelter” continha profecias de uma apocalíptica guerra racial.

No projeto “The Beatles Anthology” Paul disse: “Manson nos interpretou como ‘os quatro cavaleiros do Apocalipse.’ Eu ainda não entendo qual foi a jogada; é sobre a Bíblia, Revelação – Eu não li então eu não sei. Mas ele interpretou a coisa toda. Nós éramos os cavaleiros, Helter Skelter era a mensagem, e ele achou que podia sair e matar todos por aí.”

Entre os dias 9 de agosto e 10 de agosto de 1969, a “família Manson” cometeu duas chacinas em Hollywood e escreveu nas paredes “Helter Skelter” com o sangue das vítimas. Durante o julgamento de seus crimes, em novembro de 1970, Manson explicou sua interpretação de “Helter Skelter” na corte: “Helter Skelter significa confusão. Literalmente. Não significa Guerra com ninguém. Não significa que eles irão matar outras pessoas. Apenas significa o que significa. Helter Skelter é confusão. Confusão está vindo rápido. Se você não vê que a confusão está vindo rápido, chame do que quiser. Não é minha conspiração, não é minha música. Eu escuto o que relato. Ela diz, ‘Apareça! ’ ela diz, ‘Mate! ’ Porque me culpar? Eu não escrevi a música. Eu não fui a pessoa que projetou isso na consciência das pessoas.”

John disse em entrevista a Rolling Stone em 1970: “Costumávamos tirar sarro disso ou daquilo, de uma maneira não ofensiva, do que um intelectual via na gente ou um símbolo da geração jovem veria algo nisso…” E sobre a canção, “… Mas eu não sei o que ‘Helter Skelter’ significava, pra mim era só barulho.”

E pensar que com certeza por ai ainda exista mentes doentes que procuram nas músicas coisas que não  tem nada a ver.

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

BEATLES DIA A DIA

02 de abril de 2000
Jornais britânicos informam que Paul, George e Ringo finalizaram os trabalhos sobre a primeira “autobiografia” sobre os Beatles. O livrão “The Beatles Anthology” é anunciado para outubro de 2000.

Fonte: The Beatles Diary

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

BEATLES DIA A DIA

02 de abril de 1970

Mixagem final de “Across The Universe”, “The Long And Winding Road” e “I Me Mine”. Edição de “I Me Mine” para que pareça mais longa. Última sessão do produtor Phil Spector. Última sessão dedicada a um disco dos Beatles. Álbum “Let It Be” finalizado. Em uma entrevista para o “Evening Standard”, Paul fala sobre o estado da relação entre os Beatles. Ele diz que seu primeiro LP solo está atrasado porque não quer que seja lançado junto com “Let It Be”.

Fonte: The Beatles Diary

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

“1979 – George Harrison” – GEORGE HARRISON

Lançado em fevereiro de 1979. Foi escrito e gravado durante grande parte de 1978, um período de contentamento doméstico para Goerge Harrison, durante o qual ele se casou com Olivia Trinidad Arias e se tornou pai pela primeira vez, filho Dhani. George Harrison escreveu várias das canções no Havaí, enquanto a faixa ” Faster ” refletia seu ano longe da música, quando ele e Olivia participaram de muitas corridas no Campeonato Mundial de Fórmula 1 de 1977. O álbum também inclui os sucessos ” Blow Away ” e ” Not Guilty “,’ Álbum Branco .

George co-produziu este álbum solo com Russ Titelman , enquanto os músicos contribuintes incluem Steve Winwood , Neil Larsen, Willie Weeks e Andy Newmark , com Eric Clapton e Gary Wright fazendo participações especiais. As sessões de gravação aconteceram no estúdio FPSHOT de George Harrison em Oxfordshire.

Publicado pela Dark Horse Records , George Harrison foi calorosamente recebido pelos críticos de música no lançamento, e os comentaristas regularmente citam o álbum entre os melhores trabalhos do artista depois de All Things Must Pass (1970). O álbum foi remasterizado em 2004 como parte das reedições de The Dark Horse Years 1976–1992 .

Com propensão de George Harrison para o lazer e as viagens seguintes, ele não tinha começado a gravar até a primavera de 1978, embora tivesse escrito canções durante o seu hiato. George Harrison decidiu trabalhar com Russ Titelman como co-produtor de George Harrison , que foi gravado em seu estúdio caseiro em Friar Park , com overdubs de cordas sendo feitos no AIR Studios de Londres . Os convidados especiais incluíram Steve Winwood , Gary Wright (que co-escreveu ” If You Believe “) e Eric Clapton .

Antes de viajar para o Havaí no início de 1978 para escrever ou terminar de escrever canções para o álbum, George ouviu repetidamente seu álbum triplo de 1970 “All Things Must Pass” para se inspirar. O novo álbum seria originalmente intitulado “Faster” após a música desse título, que George escreveu como um tributo a seus amigos pilotos de corrida na Fórmula 1. Além de revisitar ” Not Guilty “, música que ele havia gravado pela primeira vez com os Beatles em 1968, Goerge escreveu ” Here Comes the Moon ” como um sucessor lírico de sua composição de 1969 ” Here Comes the Sun “. Outra música nova, ” Soft-Hearted Hana”- cujo título faz referência ao padrão de Tin Pan Alley ” Hard Hearted Hannah “- foi escrito sobre uma experiência psicodélica de cogumelo que George teve na ilha havaiana de Maui . A gravação desta música inclui sons e conversas capturados no Henley-on local de George -Thames Pub, The Row Barge.

O álbum teve uma prévia do single ” Blow Away “, que alcançou o número 51 no Reino Unido e o número 16 nos Estados Unidos. George Harrison alcançou a posição 39 no Reino Unido e alcançou a posição 14 nos EUA, ganhando ouro lá. “Blow Away” fez mais sucesso no Canadá, alcançando a 7ª posição na parada de singles. Após o lançamento do álbum, os esforços de George foram cada vez mais direcionados à indústria cinematográfica, depois que ele formou a Handmade Films para ajudar seus amigos em Monty Python a completar Life of Brian .

Três das canções do álbum homônimo foram incluídas na compilação Best of Dark Horse 1976–1989 de George : “Blow Away”, uma versão editada de “Here Comes the Moon” e a edição única de “Love Comes to Everyone”. Em 2009, “Blow Away” apareceu na compilação Let It Roll: Songs de George Harrison .

Em 2004, George Harrison foi remasterizado e reeditado separadamente e como parte do box de luxo The Dark Horse Years 1976–1992 na Dark Horse com nova distribuição pela EMI , adicionando a versão demo da faixa bônus de “Here Comes the Moon”.

Por Marina Sanches – @MarinaS33296793

Fonte: Pesquisa