Arquivo da tag: Curiosidades Paul

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 17”.

56 – Mesmo após os desentendimentos com o Maharishi, guru indiano que recebeu os Beatles em sua academia no Himalaia, Paul seguiu adepto da meditação. Em 2009 participou com Ringo de um concerto em prol da fundação de meditação do David Lynch.

57 – Paul perdeu a mãe, Mary, com apenas 14 anos. Esse foi um ponto de aproximação com John, que também perdeu a mãe cedo. A esposa Linda morreu com 56 anos. As duas de câncer no seio.

60 – Paul pintou mais de 500 quadros. Ele começou a pintar em 1983 e fez sua primeira exposição em 1999, em Siegen, na Alemanha. As pinturas traziam retratos de Lennon, Andy Warhol e David Bowie, além de fotografias de Linda.

591_372535572857053_705134119_n

61 – Nos anos 1980, Paul estabeleceu uma amizade Michael Jackson. A relação foi abalada quando Michael comprou em 1985 a empresa Northern Songs, estabelecida em 1969 para publicar as canções da dupla Lennon-McCartney, dando ao Rei do Pop os direitos sobre as músicas dos Beatles.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 16”.

53 – No quinto episódio da sétima temporada de “Simpsons”, Paul ajuda Lisa a se tornar vegetariana.

54 – Em 2006, Paul foi a Labrador, no Canadá, para protestar contra a caça de focas. Questionado quanto a importância econômica da atividade para a população local, afirmou que os pescadores deviam abandonar a caça e criar um negócio de proteção de focas.

55 – Paul adora flores. Ele deixa isso bem claro em suas exigências para shows: “É muito importante usar uma florista com reputação”, que consiga lírios e rosas brancas com muita folhagem, pequenas gardênias e frésias de vários cores e tamanhos.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 15”.

49 – Como um bom inglês, Paul gosta de futebol e já esteve em estádios algumas vezes. Por influência da família ele torce para o Everton, mas já afirmou que também simpatiza com o Liverpool, pois são os dois clubes de sua cidade.

paul-01

50 – Em 1980 Paul passou 10 dias preso em Tóquio após ser pego com 218 gramas de maconha no aeroporto: “Eu sabia que não conseguiria arrumar nada para fumar por lá. Esse bagulho era muito bom para jogar privada abaixo, então resolvi levar comigo”.

51 – Paul e sua primeira esposa, Linda, tornaram-se vegetarianos e defensores dos direitos dos animais num dia em que estavam comendo carneiro e o cantor viu pela janela carneiros no campo.

52 – Durante suas turnês, os membros da equipe não podem comer carne. Nenhum alimento animal pode ser servido no backstage dos shows e também não pode haver nenhum móvel de couro ou origem animal. Mesmo os assentos de suas limousines não podem ser de couro.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 14”.

44 – Paul aparece no Guinness como “The Most Successful Composer and Recording Artist of All Time”. São 60 discos de ouro e mais de 100 milhões de álbuns e 100 milhões de singles vendidos.

46 – Composta em parceria com Linda e com o ex-produtor dos Beatles George Martin, “Live and let die”, além de ter sido indicada ao Oscar de Melhor Canção, deu a Martin o Grammy pelo arranjo da música.

47 – Paul foi interpretado no cinema e na TV pelos atores Thomas Brodie-Sangster (“Nowhere boy”), Gary Bakewell (“Backbeat”), Mickael Sébastien Vitanza (“I’m not there”), entre vários outros.

48 – Nem tudo que Paul fez deu certo. Em 1984, Paul McCartney escreveu, produziu e estrelou o filme “Give my regards to Broad Street”. As críticas foram péssimas e o público ignorou o filme. Mas a trilha sonora, com o guitarrista David Gilmour, do Pink Floyd, no hit “No more lonely nights”, foi elogiada.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 13”.

41 – Em 1991, a Royal Liverpool Philharmonic Society encomendou uma peça musical para marcar seu sesquicentenário. Em sua primeira incursão na música clássica, Paul escreveu a música “Liverpool Oratorio” com Carl Davis. Ele assinaria ainda “A leaf”, para piano solo, “Ecce Cor Meum” e “Standing stone”.

42 – O quinto trabalho de Paul McCartney em música clássica foi “Ocean’s Kingdom”, encomendada pela companhia de balé de Nova York. O balé fala sobre o conflito entre o inocente e puro mundo do oceano e o ameaçador reino da Terra.

43 – Paul exercita seu interesse por experimentações e música eletrônica no dueto Fireman, com Martin Glover, produtor e baixista do Killing Joke, mais conhecido como Youth. A banda tem três discos gravados, “Strawberries oceans ships forest” (1993), “Rushes” (1998) e “Electric arguments” (2008).

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 12”.

38 – Em 1988, Paul lançou o disco “CHOBBa B CCPP”, exclusivamente na União Soviética. O álbum trazia apenas covers de clássicos do rock’n’roll, como “Kansas City”, “Twenty Flight Rock”, “That’s All Right Mama” e “Summertime”. Em 1991, o disco foi lançado internacionalmente.

39 – Entre 1989 e 1990 Paul fez sua primeira turnê mundial em 10 anos. Foi também a primeira sob o seu nome como artista solo e um retorno às canções dos Beatles.

40 – Em 1990 foi lançado o filme “From Rio to Liverpool”, que mostra a turnê de Paul pelo mundo, incluindo seu show no Maracanã, que teve o maior público pagante da história, com 184 mil pessoas no sábado (foram dois shows).

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 11”.

33 – O primeiro disco de platina com os Wings veio em 1974, com o grande sucesso de “Band on the run”.

BAND OF THE RUN

34 – Nas primeiras turnês com o Wings, Paul não tocava nenhuma música dos Beatles. Com o tempo, passou a inclui-las no show. Hoje toca até mesmo um medley que inclui trechos de “Give peace a chance”, de Lennon.

35 – Paul e Lennon voltaram a tocar juntos apenas uma vez após o fim dos Beatles. Em 1974, John estava produzindo um disco de Harry Nilsson e Paul McCartney apareceu no estúdio com sua esposa, Linda. O resultado foi lançado como o bootleg “A toot and a snore”, em 1992. A banda tinha John, Paul, Stevie Wonder e Linda.

John e Paul

36 – Em 1980, o Wings se reuniu para gravar novo disco, mas após a morte de Lennon, em 8 de dezembro, Paul não teve condições de continuar. Ele voltou a trabalhar no projeto em fevereiro, lançando o álbum “Tug of war” como projeto solo. O maior sucesso do disco é “Ebony and Ivory”, parceria com Steve Wonder.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 10”.

30 – Ainda em 1971, Paul se juntou à esposa Linda e ao compositor Denny Laine, ex-vocalista do The Moody Blues, para montar a banda The Wings. O grupo ficou ativo de 1971 a 1980 e acumulou vários sucessos, como ‘My love”, “Jet” e “Band on the run”.

 

 

31 – Paul teve a ideia para o nome da banda enquanto rezava durante o nascimento de sua segunda filha, Stella. O parto foi complicado e Stella e Linda quase morreram. Enquanto rezava, a imagem de asas vieram à mente do músico, que resolveu batizar sua banda de Wings (asas, em inglês).

paul-1396

 

32 – Em fevereiro de 1972, o Wings gravou a música “Give Ireland back to the Irish”, em protesto contra o massacre do Domingo Sangrento. A música foi proibida no Reino Unido.

 

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

“CURIOSIDADES SOBRE PAUL McCARTNEY – 9”.

27 – John já havia deixado os Beatles em setembro de 1969, mas foi Paul quem fez o anúncio oficial do fim da banda, em 10 de abril de 1970. A notícia veio em formato de entrevista encartada em cópias do álbum “McCartney”, seu primeiro disco solo, que seria lançado uma semana depois.

28 – Em abril de 1970, Paul lançou seu primeiro álbum solo, “McCartney”, que vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo. O disco, em que Paul gravou todos os instrumentos, traz o grande sucesso “Maybe I’m amazed”.

 

29 – Quando Paul lançou seu segundo álbum solo, “Ram”, seus ex-colegas dos Beatles acharam que várias músicas faziam referências depreciativas a eles. Paul garante que apenas dois trechos falam de John: “Em uma canção eu escrevi ‘too many people preaching practices’. Acho que esse é o verso. Ali havia alguma implicância com John e Yoko. Não havia nada mais no (Ram) sobre eles. Ah, tem ‘you took your lucky break and broke it in two'”. No álbum “Imagine”, de 1971, John devolveria a pancada com a música “How do you sleep?”.

 

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina.

 

 

“CURIOSIDADES PAUL McCARTNEY – 8”.

24 – Em outubro de 1969, surgiram rumores de que Paul havia morrido num acidente de carro. Mas em novembro a revista Life fez uma capa com ele e a família comprovando que o boato era falso. Mas nem todos acreditaram…

paul-229

De fato, Paul sofreu um acidente de moto que lhe valeu um corte no lábio superior e um dente quebrado.

25 – Em 1969 os Beatles precisaram contratar um administrador para a Apple, selo fonográfico do grupo, para evitar que a empresa fosse à falência. John sugeriu Allen Klein, mas Mick Jagger alertou Paul quanto a problemas que os Rolling Stones tiveram com o empresário. Paul se recusou a assinar contrato com Klein.

26 – Apesar do clima religioso, “Let it be” foi inspirada na mãe de Paul, que também se chamava Mary, como a mãe de Jesus de Nazaré. Paul perdeu a mãe cedo, aos 14 anos, um dos pontos que o aproximaram de John na adolescência. Uma noite, em 1970, ele sonhou com a mãe enviando uma mensagem de sabedoria, “let it be”.

Fonte: “THE BEATLES: THE BIOGRAPHY”, DE BOB SPITZ | “PAUL MCCARTNEY: MANY YEARS FROM NOW”, DE BARRY MILES | “FAB: AN INTIMATE LIFE OF PAUL MCCARTNEY”, DE HOWARD SOUNES | “THE COMPLETE BEATLES CHRONICLE:THE DEFINITIVE DAY-BY-DAY GUIDE TO THE BEATLES’ ENTIRE CAREER”, DE MARK LEWINSHON

Por Marina Sanches – @sancmarina